Não te esqueças de que a solução para o problema que te angustia, está a caminho.

Nos tribunais da Divina Justiça, nenhum processo fica parado.

A tua petição, depois de examinada, será deferida de acordo com os teus méritos.

Não te aflijas, antecipando-te às providências que haverão de ser tomadas em favor de tua paz.

Nem agraves a tua situação, tornando inócuas, quando te alcancem, as deliberações em andamento.

Saber esperar é tão importante quanto saber agir.

Toda decisão precipitada acaba sendo uma solução pela metade para o problema que se pretende resolver.

A solução que demora a surgir ainda não encontrou, disponíveis, os elementos que a favoreçam.


Irmão José/Carlos A. Baccelli
livro "Vigiai e Orai"











Dez Maneiras de Amar a Nós Mesmos

1. Disciplinar os próprios impulsos.

2. Trabalhar, cada dia, produzindo o melhor que pudermos.

3. Atender aos bons conselhos que traçamos para os outros.

4. Aceitar, sem revolta, a crítica e a reprovação.

5. Esquecer as faltas alheias sem desculpar as nossas.

6. Evitar as conversações inúteis.

7. Receber no sofrimento o processo de nossa educação.

8. Calar diante da ofensa, retribuindo o mal com o bem.

9. Ajudar a todos, sem exigir qualquer pagamento de gratidão.

10. Repetir as lições edificantes, tantas vezes quantas se fizerem necessárias, perseverando no aperfeiçoamento de nós mesmos, sem desanimar e colocando-nos a serviço do Divino Mestre, hoje e sempre.







Que Deus não permita que eu perca o ROMANTISMO,
mesmo sabendo que as rosas não falam...

Que eu não perca o OTIMISMO, mesmo sabendo que o futuro
que nos espera pode não ser tão alegre...

Que eu não perca a VONTADE DE VIVER, mesmo sabendo que a vida é,em muitos momentos, dolorosa...


Que eu não perca a vontade de TER GRANDES AMIGOS,
mesmo sabendo que, com as voltas do mundo,
eles acabam indo embora de nossas vidas...

Que eu não perca a vontade de AJUDAR AS PESSOAS,
Mesmo sabendo que muitas delas são incapazes
de ver, reconhecer e retribuir, esta ajuda...

Que eu não perca o EQUILÍBRIO, mesmo sabendo
que inúmeras forças querem que eu caia...

Que eu não perca A VONTADE DE AMAR, mesmo sabendo que a pessoa que eu mais amo pode não sentir o mesmo sentimento por mim...

Que eu não perca a LUZ E O BRILHO NO OLHAR, mesmo sabendo que muitas coisas que verei no mundo escurecerão os meus olhos...

Que eu não perca a GARRA, mesmo sabendo que a derrota e a perda

São dois adversários extremamente perigosos...

Que eu não perca a RAZÃO, mesmo sabendo

que as tentações da vida são inúmeras e deliciosas...

Que eu não perca o sentimento de JUSTIÇA, mesmo
sabendo que o prejudicado possa ser eu...

Que eu não perca o meu FORTE ABRAÇO, mesmo sabendo
que um dia os meus braços estarão fracos...

Que eu não perca a BELEZA E A ALEGRIA DE VIVER, mesmo sabendo

que muitas lágrimas brotarão dos meus olhos e escorrerão por minha alma...

Que eu não perca o AMOR POR MINHA FAMÍLIA, mesmo sabendo que ela muitas vezes me exigiria esforços incríveis para manter a sua harmonia...


Que eu não perca a vontade de DOAR ESTE ENORME AMOR que existe em meu coração, mesmo sabendo que muitas vezes ele será submetido e até rejeitado...

Que eu não perca a vontade de SER GRANDE, mesmo
sabendo que o mundo é pequeno...

E acima de tudo...

Que eu jamais me esqueça que Deus me ama infinitamente!

Que um pequeno grão de alegria e esperança dentro de cada um é capaz de mudar e transformar qualquer coisa, pois...

A VIDA É CONSTRUÍDA NOS SONHOS

E CONCRETIZADA NO AMOR!






Desencanto

Também, Senhor, um dia, de alma ansiosa,
Num sonho todo amor, carícia e graça,
Quis encontrar a imagem cor-de-rosa
Da ventura que canta, sonha e passa.

E perquiri a estrada erma e escabrosa,
Perenemente sob a rude ameaça
Da amargura sem termos, angustiosa,
Entre os frios do pranto e da desgraça,

Até que um dia a dor, violentamente,
Fez nascer no meu cérebro demente
Os anelos de morte, cinza e nada.

E no inferno simbólico do Dante,
Vim reencontrar a lagrima triunfante,
Palpitando em minh’alma estraçalhada.


Autor: Hermes Fontes
(psicografia de Chico Xavier )

Estudos Doutrinários

domingo, 26 de agosto de 2012

Humildade x Orgulho









Humildade x Orgulho

Você já deve ter ouvido muitas vezes a
palavra humildade, não é mesmo?
Essa palavra é muito usada, mas nem
todas as pessoas conseguem entender o seu verdadeiro significado. O termo humildade
vem de húmus, palavra de origem latina
que quer dizer terra
fértil, rica em nutrientes e preparada para
receber a semente.
Assim, uma pessoa humilde está sempre
disposta a aprender e deixar brotar no solo
fértil da sua alma, a boa semente.
A verdadeira humildade é firme, segura,
sóbria, e jamais compartilha com a hipocrisia
ou com a pieguice.
A humildade é a mais nobre de todas as
virtudes pois somente ela predispõe o seu
portador, à sabedoria real.
O contrário de humildade é orgulho, porque
o orgulhoso nega tudo o que a humildade
defende. O orgulhoso é soberbo, julga-se
superior e esconde-se por trás da falsa
humildade ou da tola vaidade.
Alguns exemplos talvez tornem mais claras
as nossas reflexões.
Quando, por exemplo, uma pessoa humilde
comete um erro, diz: " eu me equivoquei", pois
sua intenção é de aprender, de crescer.
Mas quando uma pessoa orgulhosa comete
um erro, diz: " não foi minha culpa",
porque se acha acima de qualquer suspeita.
A pessoa humilde trabalha mais que a
orgulhosa e por essa razão tem mais tempo.
Uma pessoa orgulhosa está sempre
"muito ocupada" para fazer o que é necessário.
A pessoa humilde enfrenta qualquer
dificuldade e sempre vence os problemas.
A pessoa orgulhosa dá desculpas,
mas não dá conta das suas obrigações e
pendências. Uma pessoa humilde se
compromete e realiza.
Uma pessoa orgulhosa se acha perfeita.
A pessoa humilde diz: " eu sou bom, porém
não tão bom como eu gostaria de ser".
A pessoa humilde respeita aqueles que lhe são superiores e trata de aprender algo com todos.
A orgulhosa resiste àqueles que lhe são
superiores e trata de pôr-lhes defeitos.
O humilde sempre faz algo mais, além da sua obrigação. O orgulhoso não colabora, e
sempre diz: " eu faço o meu trabalho".
Uma pessoa humilde diz: " deve haver uma
maneira melhor para fazer isto, e eu vou
descobrir". A pessoa orgulhosa afirma:
" sempre fiz assim e não vou mudar meu estilo".
A pessoa humilde compartilha suas
experiências com colegas e amigos,
o orgulhoso as guarda
para si mesmo, porque teme a concorrência.
A pessoa orgulhosa não aceita críticas, a
humilde está sempre disposta a ouvir todas
as opiniões e a reter as melhores.
Quem é humilde cresce sempre, quem é
orgulhoso fica estagnado, iludido na falsa
posição de superioridade.
O orgulhoso se diz céptico, por achar que
não pode haver nada no universo que ele
desconheça, o humilde reverencia ao criador,
todos os dias, porque sabe que há muitas
verdades que ainda desconhece.
Uma pessoa humilde defende as idéias que
julga nobres, sem se importar de quem elas
venham. A pessoa orgulhosa defende sempre
suas idéias, não porque acredite nelas,
mas porque são suas.
Enfim, como se pode perceber, o orgulho é
grilhão que impede a evolução das criaturas,
a humildade é chave que abre as portas da
perfeição. Você sabe por quê o mar é tão
grande? Tão imenso? Tão poderoso?
É porque foi humilde o bastante para
colocar-se alguns centímetros abaixo
de todos os rios.
Sabendo receber, tornou-se grande.
Se quisesse ser o primeiro, se quisesse ficar
acima de todos os rios, não seria mar,
seria uma ilha. E certamente estaria isolado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...